Alargamento da Praia Central de BC é liberado pelo Instituto de Meio Ambiente de SC

17 de dezembro de 2020

Notícia na íntegra em Camboriú News

Balneário Camboriú conseguiu a liberação do Instituto de Meio Ambiente de Santa Catarina para as obras do alargamento da Praia Central. A licença ambiental de instalação (LAI), foi concedida nesta terça-feira (15).

A obra custará R$ 66,8 milhões e será bancada com recursos do município. O alargamento da faixa de areia começará pela Barra Sul, após a temporada de verão 2020/2021. As obras devem durar de quatro a seis meses.

A empresa responsável pela execução do serviço é o Consórcio DTA/Jan de Nul.

Disponível em: < https://camboriu.news/alargamento-da-praia-central-de-bc-e-liberado-pelo-instituto-de-meio-ambiente-de-sc/ > Data: 15/12/2020. Acesso em: 17/12/2020

FGTS: CAIXA libera até R$85 mil para compra de imóveis

04 de dezembro de 2020

Notícia na íntegra em Notícias Concursos

Com o objetivo de diminuir o déficit habitacional, o Conselho Curador do FGTS,  principalmente nas regiões Norte e Nordeste do país, decidiu que o novo programa de habitação popular, chamado de “Casa Verde e Amarela”, irá possibilitar o financiamento de imóveis de maior valor utilizando os recursos do FGTS.

Dessa forma, com a aprovação das novas regras, o trabalhador poderá financiar imóveis com valores de até R$85 mil com utilização do FGTS. A medida vale para pequenos municípios, com até 50 mil habitantes. Anteriormente, o valor limite para essas regiões era de R$74 mil.

Segundo informações do secretário-adjunto da Secretaria Executiva do Ministério do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, a medida é para todo o Brasil. No entanto, o foco é nas regiões Norte e Nordeste, uma vez que a maioria dos pequenos municípios do país estão nestas regiões.

“O Norte e o Nordeste têm 40,3% dos municípios brasileiros e 88% desses municípios têm população abaixo de 100 mil habitantes”, disse o secretário.

Taxas de juros mais baixas

Atualmente, os juros são de 5% a 5,5% ao ano. Os cortes beneficiariam principalmente as regiões Norte e Nordeste. Nestas duas regiões, a taxa de juros cairá em até 0,5% para famílias com renda de até R$ 2 mil por mês e 0,25% para famílias que ganham entre R$ 2 mil e R$ 2,6 mil por mês. Dessa forma, o percentual fica de 4,25% por ano; nas demais regiões, fica por 4,5%.

Norte e Nordeste também terão outros benefícios. Nas demais regiões, as famílias beneficiadas devem ter rendimento de até R$ 2 mil por mês. No Norte e Nordeste, podem ter rendimento de até R$ 2,6 mil por mês.

Publicada no dia 26 de agosto, no Diário Oficial da União, a Medida Provisória 996/20 entrou em vigor criando o programa habitacional do governo Bolsonaro, que vai conceder financiamento e subsídio para a compra da casa própria.

Denominado “Casa Verde e Amarela”, o programa beneficiará famílias residentes em áreas urbanas com renda mensal de até R$ 7 mil e famílias que moram em áreas rurais com renda anual de até R$ 84 mil.

Com efeito, referido programa substituirá o Minha Casa Minha Vida, criado em 2009 no governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Além da compra da casa, o novo programa também vai financiar regularização fundiária e pequenas reformas nos imóveis, como construção de banheiro ou colocação de piso.

Tratam-se de modalidades de financiamento que não estão previstas no Minha Casa Minha Vida.

O texto da Medida Provisória contém as linhas gerais do programa e o detalhamento virá em regulamento.

Além disso, o governo informou ontem (25/08), durante o lançamento do Casa Verde e Amarela, que haverá três faixas de financiamento:

  • O Grupo 1 atenderá famílias com renda de até R$ 2 mil, terá os menores juros e será o único com acesso a financiamento para compra, reforma ou regularização fundiária;
  • Grupo 2 atenderá famílias com renda entre R$ 2 mil mensais e R$ 4 mil mensais;
  • e o Grupo 3 alcançará as famílias com renda entre R$ 4 mil e R$ 7 mil.

Estes dois últimos grupos só terão acesso a financiamento para compra da casa e regularização fundiária.

Outrossim, o financiamento habitacional ocorrerá nos moldes atuais do Minha Casa Minha Vida.

Isto é, a pessoa irá procurar diretamente as construtoras credenciadas e os bancos operadores do Casa Verde e Amarela.

Ademais, reforma e regularização também serão financiados por um banco, com intermediação de uma empresa privada.

De acordo com o governo federal, o programa Casa Verde e Amarela terá juros menores e atenderá um universo maior de pessoas do que o Minha Casa Minha Vida.

Disponível em: https://noticiasconcursos.com.br/economia/fgts-caixa-libera-ate-r85-mil-para-compra-de-imoveis/  Data: 28 nov 2020 22h20. Acesso em: 04 dezembro 2020.

Roda Gigante de Balneário Camboriú já tem data para começar a funcionar

14 de setembro de 2020

Notícia na íntegra de Nsc Total.

Recém-batizada FG Big Wheel, a roda gigante de Balneário Camboriú está em fase de montagem e já tem data para começar a funcionar. A expectativa dos sócios do empreendimento é inaugurar no início da temporada de verão, na primeira quinzena de dezembro.

A estrutura estará pronta antes: em outubro, a roda gigante ficará em pé. Nas semanas seguintes será concluída a estrutura de entorno.

Inspirada na London Eye, em Londres, a Big Wheel terá 36 cabines climatizadas e 65 metros de altura. Mas, como a estrutura fica na encosta da morraria do Pontal Norte, o ponto mais alto da volta permitirá uma vista completa da orla de Balneário Camboriú a 82 metros acima do nível do mar.

A FG Big Wheel perdeu por pouco o título de maior roda gigante da América do Sul. Foi desbancada, antes mesmo da montagem, pela Rio Star, que inaugurou no ano passado no Rio de Janeiro. Com 88 metros de altura, a roda gigante carioca tem 54 gôndolas e cada volta dura 18 minutos, com vista para o Pão de Açúcar, o Cristo Redentor e a Baía de Guanabara.

As duas estruturas são diferentes. O modelo de Balneário Camboriú é uma roda gigante estaiada, com menos barras de ferro – o que torna mais moderno o visual da atração.

O valor das entradas na FG Big Wheel ainda não foi definido. No início do ano, antes da pandemia – e da crise – o valor estimado era de R$ 30. A expectativa é que o preço final não fuja muito disso. O objetivo dos sócios é que a roda gigante seja a atração mais acessível de Balneário Camboriú.

-

FONTE: Roda Gigante de Balneário Camboriú já tem data para começar a funcionar. SPAUTZ, Dagmara. Nsc Total, Florianópolis, SC, 14 agosto 2020. Disponível em: https://www.nsctotal.com.br/colunistas/dagmara-spautz/roda-gigante-de-balneario-camboriu-ja-tem-data-para-comecar-a-funcionar Data: 14 ago 2020 17h27. Acesso em: 14 setembro 2020.